Relação Comercial Brasil x EUA

Os Estados Unidos é o segundo parceiro comercial do Brasil, tanto na importação quanto na exportação.
Escrito por Maria Helena
Ele é a maior economia do mundo. Consumimos diversos conteúdos de lá, como filmes, séries, tecnologia, livros... já conhecemos muito sobre a cultura americana. Mas e a respeito do comércio exterior? Como é a relação comercial entre o Brasil e os Estados Unidos? E com os demais países do globo? Continue lendo para entender melhor a respeito.

Dados da Balança Comercial
Durante o ano de 2019, as exportações do Brasil para os Estados Unidos foi de USD 29 milhões, um aumento de 3,6% se comparado com os dados de 2018. Com relação as exportações de janeiro a julho deste ano, houve queda de recorde de 32,7%, devido aos problemas logísticos e econômicos causados pela crise do Coronavírus.
Com relação as importações, em 2019 o Brasil comprou USD 30 milhões dos Estados Unidos, uma variação positiva de 3,9% se comparado com 2018. Em 2020, as importações dos Estados Unidos para o Brasil tiveram queda de 12,2% se comparado com os dados de 2019.
Sobre os produtos exportados, destaque de venda aos Estados Unidos em 2020 de produtos semiacabados de ferro e aço (10%), celulose (5%), aeronaves (4,2%) e café não torrado (4,2%). Na importação, o destaque ficou para óleos combustíveis de petróleo (23%), equipamentos de engenharia civil e construtores (8,9%), inseticidas (3,4%) e carvão (2,8%).

Histórico Americano
Atualmente os Estados Unidos reduziu suas barreiras comerciais e não tarifarias e atua de forma coordenada com os demais países. Os Estados Unidos são o maior importador e o segundo maior exportador mundial de mercadorias e obviamente exerce um forte poder de barganha e negociação. Eles também são o maior importador e exportador mundial de serviços comerciais.
No entanto, conforme dados do Banco Mundial, o comércio representou apenas de 27,5% do PIB do país em 2018. As políticas protecionistas do presidente Trump levaram a tensões comerciais com diferentes parceiros, especialmente com a China.
Caro leitor, escrevemos em nosso blog sobre a disputa comercial entre os Estados Unidos e a China. Leia mais clicando aqui.

As maiores exportações dos EUA geralmente são de óleos petrolíferos refinados, automóveis e suas peças, circuitos integrados eletrônicos, celulares, serviços financeiros e transportes. Já as principais importações dos EUA, incluem carros, petróleo bruto, dispositivos de sistema telefônico, computadores, peças de automóveis, transportes e outros serviços prestados às empresas.
Os principais parceiros comerciais dos Estados Unidos são o Canadá, o México, a China, o Japão, o Reino Unido e a Alemanha.
A balança comercial dos EUA é estruturalmente negativa e seu déficit piorou significativamente nos últimos anos. Registraram um déficit comercial de USD 887,3 bilhões em 2018 (USD 627,7 bilhões ao incluir serviços), com o crescimento das importações em um ritmo mais rápido (4,4%) do que as exportações (3%).
Em 2019, o déficit comercial melhorou se comparado com 2018. Segundo dados da OMC, em 2019, os EUA importaram 2,6 bilhões de dólares em mercadorias, enquanto suas exportações atingiram quase 1,6 bilhão de dólares. Com relação aos serviços, o país importou o valor total de 536,23 bilhões de dólares em serviços, enquanto as exportações de serviços somaram 808,22 bilhões de dólares no mesmo ano.
Está interessado em alavancar suas vendas? A importação poderá ser a estratégia que sua empresa precisa! Conte com a Asia Source na busca de fornecedores internacionais!
Até o próximo artigo!

PLANEJA IMPORTAR?

ELABORAMOS O SEU PROJETO DE IMPORTAÇÃO DE PRODUTOS

Entre em contato e saiba como mudar a sua empresa a partir de consultoria especializada. Preencha o formulário e agende uma consultoria, de maneira rápida e prática!

Saiba mais

Asia Source Brasil

32.841.631/0001-20

Rua Anita Garibaldi, nº 79, Anita Garibaldi, Joinville - Santa Catarina

contato@asiasourcebrasil.com.br