Passos importantes para inserir sua empresa no mercado internacional

Confira dicas para finalmente iniciar seu projeto de exportação ou importação

O comércio exterior, seja compra ou vendas internacionais, não deve ser considerado um “tiro no escuro” ou uma aventura. Ao contrário, as exportações e importações em uma empresa devem ser vistas como investimento. Continue lendo para entender melhor.
Uma importante preocupação dos gestores de pequenas e médias empresas são os altos custos de produção. Neste momento adverso de saúde pública e crise econômica que vivemos causada pela pandemia do Coronavírus, encontrar maneiras de reduzir custos é primordial.
Os grandes players avançam com tanta rapidez que as pequenas empresas precisam elaborar estratégias para se diferenciar junto aos clientes. Esta diferenciação poderá vir por meio de um atendimento personalizado, lançamentos de novos produtos, tecnologia de ponto, agilidade na entrega, ou ainda, por redução no custo de seus produtos.  
Caro leitor, escrevemos semanalmente em nosso blog conteúdos riquíssimos sobre comércio exterior, economia, e principalmente o mercado chinês. Confira também os artigos abaixo:
• Como calcular os custos de uma importação
• Como a Golden Week Chinesa influencia o Comércio Exterior
• Importação Pessoa Física x Pessoa Jurídica, qual a diferença

1) Análise do mercado
Vamos as dicas?! Dentro do seu catálogo de produtos verifique quais poderiam ser exportados. Sua empresa possui capacidade produtiva de aumentar a produção deste item? Este produto está adequado ao mercado internacional? Existe algum aspecto mercadológico ou logístico para revisar? Por exemplo, embalagem e manuais de usuário.
Através de uma pesquisa de mercado, pesquise se o país escolhido utiliza de fato este produto. Quais as estratégias de marketing serão adotadas? Quem será o público-alvo ideal para consumir este produto? Análise os concorrentes diretos e indiretos, além de possíveis parceiros e fornecedores que poderão influenciar as negociações.

2) Obtenha o Radar
Para exportações e importações por pessoas jurídicas é necessário obter o Radar junto à Receita Federal Brasileira. Trata-se do Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros, registro obrigatório tanto para importadores quanto exportadores exigido pelo governo federal.
Com o Radar, a empresa exportadora consegue acesso ao Sistema Integrado do Comércio Exterior – Siscomex, necessário para a emissão dos documentos utilizados no comércio internacional.

3) Renegocie contratos com fornecedores
Visando o melhor custo-benefício, a área de compras poderá verificar os produtos similares ou substitutos que o mercado oferece. Permita-se analisar inclusive o comércio internacional. Afinal, grandes oportunidades poderão estar em outros países e com planejamento sua empresa também poderá aproveitar.
Caso a quantidade importada não seja suficiente para completar um container, é possível consolidar sua carga com outras semelhantes que estejam vindo para o nosso país, barateando o custo do frete.
Não se preocupe, caso tenha receio com o comércio exterior. Procure um especialista na área que poderá simular os custos na importação da sua empresa. Conte com a Asia Source nas suas importações! Até o próximo artigo!

PLANEJA IMPORTAR?

ELABORAMOS O SEU PROJETO DE IMPORTAÇÃO DE PRODUTOS

Entre em contato e saiba como mudar a sua empresa a partir de consultoria especializada. Preencha o formulário e agende uma consultoria, de maneira rápida e prática!

Saiba mais

Asia Source Brasil

32.841.631/0001-20

Rua Anita Garibaldi, nº 79, Anita Garibaldi, Joinville - Santa Catarina

contato@asiasourcebrasil.com.br