Conheça mais sobre o BRICS

Entenda sobre a cooperação dos principais Países Emergentes que acontece no BRICS

A sigla “BRIC” se refere as letras iniciais de Brasil, Rússia, Índia e China, criada em 2001 pelo economista Jim O'Neill, analista de mercado do grupo Goldman Sachs (um dos maiores bancos de investimento do mundo).
Na oportunidade, O'Neill escreveu o relatório intitulado Building Better Global Economic Brics, em português significa “Construindo melhores países econômicos globais”. Neste relatório o economista inseriu a previsão de crescimento econômico no mundo para os próximos cinquenta anos, e chegou à conclusão de que o Brasil, Rússia, Índia e China eram as que mais se destacavam.
Ainda segundo este relatório escrito em 2001, dentro das próximas décadas, os quatro países ocuparão o topo no ranking das maiores economias do mundo.
Ficou curioso para conhecer mais a respeito? Então continue a leitura com a gente!

O início de tudo
Em 2006, a coordenação diplomática dos quatro países iniciou de maneira informal e regular, reuniões anuais de Chanceleres. Essa interação exitosa levou à decisão de que o diálogo deveria ser continuado no nível de Chefes de Estado e de Governo, por meio de Cúpulas anuais.
A partir da I Cúpula, realizada na Rússia em 2009, o diálogo entre os membros do BRICs – que se transformou em BRICS com a participação da África do Sul em 2011 – foi ganhando profundidade e abrangência.
Mais do que uma sigla que identificava países emergentes, o BRICS tornou-se uma nova e promissora entidade político-diplomática, bastante distinta do conceito original formulado para o mercado financeiro.
Os líderes dos cinco países procuraram se reunir uma vez por ano. E nos últimos anos, o BRICS evoluiu em áreas de consenso entre seus membros, tendo sido possível reforçar seus dois pilares principais:
• A coordenação em foros multilaterais, com ênfase na governança econômica e política
• A cooperação entre seus membros.

Próximos desafios
Nos últimos cinco anos, as exportações entre os países que formam o BRICS cresceram 45% e a participação destas exportações no total do comércio internacional dos cinco países aumentou 7,7% em 2015 para 10% em 2020.
Além disso, o PIB dos cinco países também cresceu a uma taxa média anual de 5,31% mais rápido que o PIB global, segundo dados do Fundo Monetário Internacional.
Mas obviamente (e infelizmente) os prejuízos causados pela pandemia do Coronavírus neste ano poderão encolher este crescimento. A estimativa é de queda na economia dos cinco países de pelo menos 30%, sendo que o Brasil, Índia e África do Sul possivelmente apresentarão taxas de crescimento abaixo da média anual.
Os BRICS são bem-vindos para retomar a economia dos cinco países e estreitar o comércio internacional. Será que surgirá um novo bloco econômico nos próximos anos? Até o próximo artigo!

PLANEJA IMPORTAR?

ELABORAMOS O SEU PROJETO DE IMPORTAÇÃO DE PRODUTOS

Entre em contato e saiba como mudar a sua empresa a partir de consultoria especializada. Preencha o formulário e agende uma consultoria, de maneira rápida e prática!

Saiba mais

Asia Source Brasil

32.841.631/0001-20

Rua Anita Garibaldi, nº 79, Anita Garibaldi, Joinville - Santa Catarina

contato@asiasourcebrasil.com.br